Finanças

Como ser uma mãe solteira financeiramente independente

Como mãe solteira, você tem muito o que fazer.

Desde lembrar os horários de seus filhos até garantir que eles tenham tudo de que precisam para a escola todos os dias, até suprir suas necessidades alimentares, não é de admirar que você frequentemente se sinta exausto.

E, claro, há a dificuldade financeira de cuidar da família, geralmente com apenas um salário. Isso pode ser realmente opressor às vezes e uma grande fonte de estresse.

Aqui estão algumas maneiras de assumir o controle e possuir sua liberdade financeira.

  1. Seja financeiramente mais experiente

Como mãe, você deve se considerar uma administradora financeira do patrimônio de sua família. Afinal, seu dinheiro é como você sustenta seus filhos, portanto, saber lidar com o lado financeiro das coisas é muito importante.

Algumas maneiras de obter conhecimentos financeiros incluem:

– Peça conselhos – fale com um consultor financeiro, pergunte a amigos conhecedores ou encontre um modelo financeiro.

– Aprenda a linguagem – não há nada mais fortalecedor do que a educação. Aprenda o que os termos financeiros significam e quais são suas implicações, e conceitos como juros compostos se tornarão muito mais familiares para você.

– Leia um ou dois livros – há muitos livros financeiros úteis por aí, de consultores financeiros, outras mães solteiras e, em geral, pessoas com experiência financeira. Deve haver alguns livros com os quais você pode se relacionar e aprender.

 

  1. Orçamento, orçamento, orçamento

Ter um orçamento o ajudará a planejar melhor. Você poderá ver rapidamente quanto dinheiro está entrando, quais são suas despesas e onde você pode cortar.

Um orçamento o ajudará a evitar dívidas porque você será capaz de ver antecipadamente o dinheiro que tem disponível para você depois de pagar suas despesas. É muito importante tentar economizar entre 10 e 15% do seu salário todos os meses, então faça o que puder para ajustar isso ao seu orçamento.

 

  1. Proteja o futuro de seus filhos protegendo seus bens e renda

Fazer um seguro de vida pode ajudá-lo a cobrir os custos de criação e educação de seus filhos, caso algo aconteça com você e você não consiga sustentar seus filhos financeiramente devido a doença, lesão ou morte. Ao considerar o seguro de vida, pense sobre sua cobertura em termos de suas necessidades de renda (para cobrir suas despesas de vida) e de proteção de necessidades de ativos (para pagar dívidas e proteger seus principais ativos).

É melhor você falar com um consultor financeiro sobre como encontrar um produto de seguro que lhe permita adaptar sua cobertura às suas necessidades específicas e que lhe permita converter sua cobertura caso uma de suas necessidades desapareça – como seus filhos se tornarem financeiramente independentes.

  1. Investir

Quando estiver pronto, considere investir algumas de suas economias. É melhor falar com um consultor financeiro para ajudá-lo a encontrar um portfólio que funcione para você e para as necessidades de seus filhos.

Mais uma vez, é uma boa ideia procurar aconselhamento financeiro e considerar coisas como em que você vai investir, por quanto tempo, o que vai lhe dar os melhores retornos (curto e longo prazo) e, o mais importante, o que você é investir para.

No final, tudo se resume a fazer com que seu dinheiro trabalhe mais para você e sua família, capacitando-se com conhecimento e assumindo o controle da riqueza de sua família.

Emitido por BrightRock  https://www.motherandchild.co.za/parenting/educational/the-single-moms-guide-to-financial-empowerment/